terça-feira, 24 de maio de 2011

domingo, 22 de maio de 2011

CONTAG e FETARN realizam oficina de inclusão produtiva das mulheres trabalhadoras rurais


A CONTAG através da Secretaria Nacional de Mulheres em convênio com a Fundação Banco do Brasil, realizou no período de 17 á 20 de maio de 2011 em Natal – RN; oficina de inclusão produtiva das mulheres trabalhadoras rurais, processo coordenado pela Secretaria Estadual de Mulheres da FETARN. As participantes foram mulheres trabalhadoras rurais, dirigentes sindicais provenientes de STTR´s de 08 territórios do Estado que discutiram para além dos temários referentes á organização da produção das mulheres, o diálogo com as políticas de crédito, ATER, programas de comercialização, associativismo e cooperativismo, segurança alimentar e nutricional e o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar, levantaram pontos para inserir na pauta de reivindicações da marcha das margaridas 2011. A discussão das temáticas realizadas com o apoio das secretarias e assessoria da FETARN e contou com a parceria da Marcha mundial de mulheres, DFDA/MDA, SDT, bem como, a participação da coordenação técnica do projeto.
Na visão das participantes, superou expectativas no sentido de debater, construir e propor alterações nos programas, ações e políticas para as mulheres tanto no que concerne ao empoderamento das mulheres para autonomia econômica, financeira e pessoal.
Antonia Dantas – SEMTR - “Nós mulheres, representamos 47,9% da população rural e somos responsáveis pela produção de 70% dos alimentos deste País, então se faz necessário protagonizar essas conquistas e avançar no processo de construção da igualdade”

Postado Por: Antonia Lúcia Flávia - Assessora de Mulheres da FETARN 

FETARN e Sindicatos do Seridó participam do PLANTA SERIDÓ 2011

 

A FETARN através do seu vice presidente Francisco José da Silva, do assessor Paulo José em conjunto com os representantes dos STTR´s de São Vicente, Equador, São João do Sabugí, Cerro Corá e Acarí, participou neste dia 22 de maio no município de São João do Sabugí do lançamento do projeto PLANTA SERIDÓ 2011.

O Projeto Planta Seridó, desde seu inicio no ano de 2007, já viabilizou o plantio de mais de 250.000 mudas de árvores distribuidas em todos os 25 municípios do seridó.
O evento finalou-se com a plantação e distribuição de mudas de diversas espécies.
 
 
Postado por: Paulo José - Assessoria da FETARN

sábado, 21 de maio de 2011

sexta-feira, 20 de maio de 2011

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Presidenta Dilma recebe trabalhadores rurais no Planalto

A executiva nacional da Contag e representantes dos trabalhadores rurais de todos os estados brasileiros foram recebidos em audiência no Palácio Alvorada pela presidenta Dilma, na manhã desta quarta-feira, 18/05.
A Contag, após 41 reuniões que se iniciaram na semana passada para expor detalhadamente cada item da pauta de reivindicações do Grito da Terra de 2011, finalmente entregou um documento com todas as reivindicações.
A presidenta Dilma acolheu a documentação e ressaltou que o movimento não se encerraria naquele momento, e enfatizou a agricultura familiar tem função estratégica para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do país.
di_contag_dilma_gtb_2011_05_18
“Acredito em uma agricultura familiar que gera desenvolvimento e também renda”, disse a presidenta, e aproveitou o momento para anunciar o atendimento à pauta de reivindicações que contém 183 pontos. São R$16 bi para o Plano Safra, implantação do Suasa, antecipação de recursos para o assentamento de 20 mil famílias.
Garantiu ainda aos representantes sindicais dos trabalhadores rurais, que o crédito fundiário será brevemente liberado, e com valor estipulado em R$ 31 bilhões de reais. Que priorizará os recursos para cidades com até 50 mil habitantes visando atender o maior número de pequenas propriedades e garantir a produção de alimentos. Leia mais

Postado Por: Paulo José - Assessoria da FETARN

Ministros anunciam avanços no encerramento do GTB 18/05/2011


Os ministros do Desenvolvimento Agrário (MDA), Afonso Florence, e da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, compareceram ao evento de encerramento do Grito da Terra Brasil para anunciar o resultado das negociações do movimento sindical do campo com o governo federal.

Além da disponibilização de crédito para os agricultores(as) familiares, outras políticas avançaram como a questão do Sistema Único de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa), da habitação rural e da articulação do governo brasileiro junto à Organização das Nações Unidas (ONU) para o estabelecimento do Ano Internacional da Agricultura Familiar.

Segundo o ministro do MDA, a presidenta Dilma Rousseff determinou a implantação imediata do Suasa. Já o ministro Gilberto Carvalho transmitiu o descontentamento da presidenta com o fato do Suasa, criado pelo ex-presidente Lula, ainda não estar em funcionamento. “Ela ficou muito irada quando viu quantas dificuldades foram colocadas para impedir que o leite, os embutidos e o queijo não circulem para além dos municípios”, completa. Os ministros confirmaram que a posição do governo é que esse problema seja resolvido em até 30 dias.

Carvalho também anunciou que o governo vai olhar com carinho para a questão do endividamento agrícola. “O governo se dispõe a fazer um novo estudo e fazer um diálogo com vocês. Vamos achar uma saída para essa dívida que eu sei que maltrata e preocupa a cabeça de todas as famílias agricultoras”, promete.

Outra política que avançou nesse ano foi a de habitação rural. O ministro Gilberto Carvalho assumiu que ficou escandalizado com as exigências que o próprio governo impõe através da Caixa Econômico Federal para os brasileiros realizarem o sonho da casa própria. “A presidenta determinou hoje de manhã a criação de uma superintendência especial para a habitação rural na Caixa para simplificar o processo”, anuncia. Carvalho informa ainda que Dilma assumiu o compromisso de atender a todas as demandas habitacionais da população do campo.

Quanto ao Ano Internacional da Agricultura Familiar, o governo federal anunciou também que vai se incorporar ao movimento de apoio encaminhando à ONU um documento chamando para a participação do Brasil nesse processo.

Depois do anúncio, o presidente da Contag, Alberto Broch, agradeceu a participação de todos os trabalhadores e trabalhadoras rurais na 17ª edição do Grito da Terra Brasil e desejou um bom retorno aos estados.
 

Sindicatos Rurais na rede mundial de computadores


Alguns STTR´s vem criando seu espaço virtual para divulgar suas atividades na rede mundial de computadores.  Recentemente foram criados mais blogs para os sindicatos rurais.  Essa prática tornou-se corriqueira e necessária para os sindicatos rurais que encontraram na internet, um portal de divulgação das suas atividades e assim, demosntrar para o mundo as lutas do MSTTR em defesa da categoria de trabalhadores e trabalhadoras rurais.
Segue abaixo alguns exemplos:

http://strcaraubas.blogspot.com
http://sttrdemontealegre.blogspot.com
http://sttrdemacaiba.blogspot.com
http://strmartins.blogspot.com
sttrdeangicos.blogspot.com
http://stracari.blogspot.com
http://strnovacruz.blogspot.com

Postado Por: Paulo José -  Técnico em redes de computadores da FETARN

GTB 2011 afirma a sucessão rural, a partir do fortalecimento da institucionalidade das políticas de juventude rural

A juventude rural da Contag avalia positivamente os resultados das negociações do GTB 2011, especialmente sobre as questões da institucionalidade da política de juventude rural, no âmbito do governo Federal.

Ao longo das semanas de negociação e mobilização do GTB 2011, a juventude destacou em sua pauta, a necessidade de criar no âmbito do MDA uma instância de Coordenação e Articulação das Políticas de Juventude Rural, com vistas a consolidar ações de governo mais integradas, que promovam sucessão rural.

A Presidenta Dilma Roussef, em seu discurso, durante a audiência de encerramento do GTB 2011 (onde estiveram presentes lideranças jovens do MSTTR), comprometeu-se com a criação da Coordenação de Juventude Rural dentro do MDA, encaminhando que este ministério deverá garantir as condições para a estruturação desse espaço.

Maria Elenice Anastácio, Secretária de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, entende que esta instância contribuirá para o desenvolvimento de políticas públicas de juventude rural mais integradas e alinhadas a concepção de desenvolvimento rural Sustentável e Solidário. “Nós, da juventude da Contag, entendemos que este espaço deve estar em constante diálogo com as diferentes áreas do governo, tratando de políticas estratégicas para garantia de sucessão rural, que vão desde o acesso, pelos/as jovens, à educação do campo, à terra, à saúde, ao trabalho e renda, e, nesse sentido, está instância de coordenação, deve contribuir com o fortalecimento da política nacional juventude” afirma Elenice Anastácio.
 

Agricultura familiar avança nas conquistas para o campo


Além de R$16 bilhões para o Plano Safra, o governo federal anunciou diminuições de juros e um Programa de Garantia de Preços Mínimos exclusivo para a agricultura familiar


Em audiência com a executiva da Contag e dirigentes sindicais de todas as federações, a presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou o atendimento à pauta de reivindicações que contém 183 pontos. São R$ 16 bilhões para o Plano Safra, implantação do Suasa e antecipação de recursos para o assentamento de 20 mil famílias.

O presidente da Contag, Alberto Broch, considerou o resultado positivo e também disse que o diálogo com o governo amadureceu muito. “Isso tem implicação direta nos resultados do GTB, tanto que partiu da presidenta a criação de uma comissão permanente que vai se reunir a cada dois meses para negociar os pontos que não avançaram”, contou.

A presidenta da República disse que acredita em uma agricultura familiar que gera desenvolvimento e também renda. “A agricultura familiar tem função estratégica para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do País”, afirmou.

Dilma Rousseff fez questão de lembrar que todos os aperfeiçoamentos de programas que estão sendo feitos atualmente são fruto de um trabalho de base e de ousadia do governo Lula.

Os juros também caíram pela metade, antes chegavam a até 4%, hoje passarão a ser de, no máximo, 2% ao ano. Broch comemorou essa conquista, “mas não podemos esquecer que o Grito não acaba aqui, primeiramente vamos estudar o caderno de respostas e continuar negociando melhorias para o nosso povo”, disse.

Fonte: Agência Contag de Notícias - Suzana Campos

O STTR de Acarí promove O DIA DO SINDICATO NA COMUNIDADE RURAL


O sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de Acarí em parceria com a prefeitura municipal, câmara de vereadores, EMATER, FETARN e associações rurais, realizou neste domingo 15 de maio, na comunidade cacimba do meio, o DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO para o aperfeiçoamento do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário do  Município de Acari.
O evento tem o objetivo de promover o desenvolvimento da área rural de Acarí, contribuindo na melhoria das condições de vida, trabalho e renda dos agricultores familiares e no fortalecimento de suas organizações; incentivando o aumento da produção e da produtividade dos sistemas agrícolas e pecuários, a agro-industrialização descentralizada, a melhoria da infra-estrutura social e produtiva, a recuperação e preservação ambiental visando a implementação de uma agricultura sustentável no município com a permanência do homem no campo.




Postado e alterado Por: Paulo José – Assessoria da FETARN
Texto Original enviado pelo e-mail:sindacari@bol.com.br

SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE ODB FAZ ALERTA A POPULAÇÃO

 
O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Olho D'água do Borges/RN, está preocupado com o alto número de empréstimos que vem sendo feito na cidade, onde muitos aposentados e pensionistas tem reclamado na entidade de algumas situações no mínimo inusitadas, onde existe pessoas que fizeram apenas um empréstimo e está sendo descontado dois. Por esse motivo a Diretoria Executivo do Sindicato publicou a seguinte nota:


O SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE OLHO DAGUA DO BORGES-RN.

ALERTA AOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS.

Cuidado com a propaganda enganosa. Pois existem pessoas que estão passando de porta em porta, dizendo ser pessoas que trabalham para Bancos e Correios, e na verdade são pessoas que trabalham para FINANCEIRAS PARTICULARES onde a finalidade dos mesmos é fazer com que os aposentados e pensionistas façam empréstimos. Pois temos casos que estão renovando o empréstimo sem autorização do aposentado e ainda induzem que o mesmo faça um empréstimo para pagar no prazo Maximo de 60 meses. Então orientamos as pessoas para que não façam empréstimos nem entreguem seus documentos para ninguém, se precisarem realmente de um empréstimo procurem uma agencia do Banco ou dos Correios de sua cidade.

Atenciosamente;

Diretoria Execultiva do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Olho D´Água do Borges-RN.

O STTR de Olho D´agua do Borges Ganha um KIT de Informática


O STTR de Olho D´agua do Borges através do Conselho do FUMAC recebeu um KIT completo de informática pelo trabalho realizado junto as associações comunitárias rurais do município.
A Presidenta do STTR Aurinete Lima lembra que foi uma conquista muito importante para o desenvolvimento das comunidades rurais, tendo em vista que viviam adormecidas a muitos anos sem receber nenhum projeto do governo e que apenas a partir do ano de 2003 as comunidades passaram a receber projetos produtivos e sociais visando a melhoria das familias no campo que por muitas vezes não são lembradas pelo poder público.

Postado Por: Aurinete Lima - Presidenta do STTR de Olho D´agua do Borges

quarta-feira, 11 de maio de 2011

STTR DE LAJES PINTADAS COMEMORA O DIA DAS MÃES

O sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lajes Pintadas comemorou o dia das mães com uma missa, sorteio de brindes e um lanche para as mães daquele municipio.
O evento foi bastante participativo e contou com a presença dos assessores da FETARN Marcos George de Medeiros e Paulo José que aproveitaram para dialogar com os trabalhadores sobre a renegociação de dívidas e a importancia do MSTTR.
 

 

 
 
Postado Por: Paulo José - Assessoria da FETARN

STTR DE PASSA E FICA COMEMORA O DIA DO TRABALHADOR


Postado Por: Paulo José - Assessoria da FETARN

terça-feira, 10 de maio de 2011

STTR de João Câmara comemora o dia das mães



           O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de João Câmara prepara um café da manhã especial para as mães.
         O dia Foi de muita alegria para todos e todas e o Presidente Francisco Matias em nome de toda a diretoria agradeceu a participação das mães e falou da sua alegria em comemorar esse dia tão especial e que o STTR sempre estará proporcionando momentos como esse para os seus sócios e sócias.

Postado Por: Paulo José - Assessoria da FETARN

Pólo do Trairí se reúne para discutir as políticas do MSTTR para a região

               O pólo sindical da região do trairí se reuniu neste dia 06 de maio na sede do STTR de São José do Campestre para discutir as políticas do MSTTR e deliberar sobre o Grito da Terra Brasil, Marcha das Margaridas, Contribuição Social, bem como, avaliar o planejamento do pólo e propor melhorias para os pontos que ainda nao foram realizados.
                O evento contou com a participação de 11 sindicatos da região e os diretores e assessores da FETARN (José Edson, Divina, Fátima, Flávia, Paulo José e Erivan).




Postado Por: Paulo José - Assessoria da FETARN

Saúde é preponderante para permanência da família no campo


O MSTTR discutiu cinco pontos com o Ministério da Saúde, entre eles a aprovação imediata da Política Nacional de Saúde Integral das populações do Campo e da Floresta, que contém inúmeras especificidades
 
No segundo dia de negociações do Grito da Terra (GTB) 2011, o presidente da Contag, Alberto Broch, coordenou o diálogo com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O dirigente cobrou questões ainda pendentes do GTB do ano passado e falou da importância de um bom sistema de saúde que atenda a população rural.

Broch disse que a população depende 100% do Sistema Único de Saúde (SUS), e cobrou mais uma vez o seu fortalecimento. O secretário de Políticas Sociais, José Wilson, retomou a discussão sobre a implantação de 10 Centros de Referência de Saúde do Trabalhador (Cerests), compromisso assumido pelo ministério no GTB de 2010 e que, até o momento, não saiu do papel.

O secretário cobrou também o andamento da pactuação política como o convênio com a Universidade de Brasília e secretarias de estados, “que são fundamentais para a operacionalização de diversos projetos e programas de saúde”, disse.

Ainda sobre os Cerests, o secretário de Assalariados (as) da Contag, Antônio Lucas, relatou que atualmente os centros de referência não atendem corretamente o trabalhador (a) rural. Segundo ele, a capacitação dos agentes de saúde para a realidade do campo é fundamental. Segundo Lucas, não adianta apenas construir mais 10 Cerests, “é preciso construir onde há maior demanda, capacitar os agentes para que o Cerest cumpra sua função”, cobrou.

O secretário ainda listou algumas necessidades do MSTTR, como o fim da pulverização manual e também a fiscalização mais rígida sobre a utilização de alguns agrotóxicos que já são proibidos por lei, e que ainda são usados. “Precisamos dialogar com esse Ministério e criar urgentemente medidas de combate a esses problemas que afetam diretamente a saúde do trabalhador”, finalizou.

Outro ponto que o MSTTR pautou o ministro da saúde foi em relação à inclusão do protetor solar na farmácia do SUS, item que também é um compromisso assumido no ano passado, além da publicidade da lista de remédios. Conforme José Wilson argumentou, a divulgação ampla da lista de remédios é uma ferramenta para que a população cobre o medicamento do gestor público municipal.

Saneamento - Assim que foi apresentada a reivindicação de uma agenda com a Fundação Nacional de Saúde, para discutir a questão do saneamento, Padilha já sinalizou que vai marcar uma reunião entre as partes.

A saúde da Terceira Idade Rural também foi um dos pontos discutidos. O secretário da pasta, Natalino Cassaro, relatou que hoje a terceira idade rural está em torno de 20 milhões de pessoas, e que a primeira necessidade já esbarra na 'Caderneta do Idoso'. Cassaro disse que é urgente a necessidade de um convênio entre a Contag e o MS para dar atenção a essa parcela da população. “Outra coisa que não podemos esquecer é que nos postos de saúde das cidades, quando os idosos vão se consultar só existe um clínico geral, é preciso ter geriatras para atender esse povo”, reivindicou o sindicalista.

A dirigente de Minas Gerais, Maria Alves de Souza, chamou a atenção do ministro para o atendimento às comunidades tradicionais. Maria Alves, que é quilombola, relatou a dificuldade de acesso a atendimentos básicos de saúde nessas comunidades.

O diálogo com o Ministério da Saúde continua e a sinalização é que a assinatura do convênio entre a Contag, Ministério da Saúde e UNB aconteça nos próximos dias.
 
Fonte: Agência Contag de Notícias - Suzana Campos

STTR de São José do Campestre comemora o dia do trabalhador

                   O STTR de São José do Campestre comemorou neste 1º de maio o dia nacional do trabalhador com um desfile pelas ruas da cidade e contou com a participação de mais de 500 pessoas que enfeitaram suas carroças, bicicletas e trouxeram seus produtos colhidos no campo.
                   A parceria com o poder público municipal, comerciantes locais, representantes religiosos, EMATER e FETARN deu maior visibilidade e importância para o desfile que contou com missa solene, sorteio de brindes e um forró na sede do sindicato.
                        Para o Sr. Josias Medeiros da Silva presidente do STTR, o evento foi muito positivo para a população pois já é o 25º ano e que a cada ano o desfile melhora cada vez mais em número de participação dos trabalhadores e das trabalhadoras rurais e da sociedade civil de um modo geral

Postado Por: Paulo José - Assessoria da FETARN